Aveia: ótimas razões para colocá-la na rotina

0
468

Controlar o colesterol e o açúcar no sangue são alguns dos poderes do alimento.

Ela foi um dos primeiros alimentos a receber a alcunha de funcional. E é fácil, fácil entender o porquê. Para início de conversa, a aveia está lotada de betaglucana, uma fibra pra lá de poderosa. É por causa dessa substância que o alimento possui a reputação de amigo do peito. Entenda: a betaglucana reduz a absorção do colesterol da dieta e, para completar, inibe a produção dessa gordura pelo próprio organismo. Esse é um baita privilégio para as artérias, que ficam livres de partículas capazes de bloqueá-las e causar estragos. Se a intenção é manter os níveis de açúcar no sangue sob controle, a aveia também é a escolha perfeita. Afinal, tanta riqueza em fibras garante que a glicose seja absorvida de pouquinho em pouquinho, o que mantém a liberação de insulina regularizada. Quando essas duas moléculas não ficam perambulando pelo corpo, cai a possibilidade de uma pessoa desenvolver diabete tipo 2. Aliás, até quem já convive com a doença sai ganhando ao colocar a aveia no cardápio – justamente porque suas fibras impedem os temidos picos de glicemia. Esse efeito ainda tem repercussões no peso. É que se a insulina sobra na circulação, o corpo entende que precisa de mais glicose – isto é, de mais comida. Portanto, ao impedir a subida desse hormônio, pode-se dizer que aveia prolonga a saciedade.

Para contar com a ajuda da aveia no emagrecimento, uma boa pedida é salpicá-la na salada de frutas ou no iogurte logo pela manhã. Aí, é mais fácil chegar ao almoço sem aquela fome de leão. Pesquisas têm associado esse hábito até à prevenção de tumores. Isso porque, além de ser antioxidante, a betaglucana se ligaria a agentes químicos provenientes do cigarro ou da dieta, amenizando avarias no DNA. Em última instância, isso significa que cai o risco de um gene passar por uma mutação e, assim, impulsionar o surgimento de um tumor. Outra façanha creditada às fibras da aveia, principalmente lá pras bandas do intestino: como elas facilitam a formação de bolo fecal, ajudam a eliminar elementos potencialmente cancerígenos do nosso corpo.
Agora, não pense que a aveia é reduto apenas de fibras. Apesar de esse ser o grande destaque do cereal, ele carrega um monte de outros compostos bem-vindos à saúde. É o caso das vitaminas do complexo B, essenciais para dar energia ao corpo e proteger o cérebro. O alimento ainda tem boas doses de vitamina E, que age como antioxidante. Um nutriente que também afugenta radicais livres e marca presença na aveia é o zinco. O silício, por sua vez, não deixa unhas e cabelo enfraquecerem. Além disso, a aveia é um dos grãos com maior concentração de proteínas. Definitivamente não faltam motivos para incluir de duas a três colheres desse cereal na rotina.


As três principais versões para consumo

Flocos
Tende a conservar os principais nutrientes encontrados na aveia, já que o grão é prensado integralmente. Cai bem sobre frutas, saladas e iogurtes. É possível achar uma variedade de flocos finos, que são submetidos à moagem. Esse tipo é tradicionalmente usado no preparo de sopas, mingaus e tortas.

Farelo
Ele é obtido a partir da camada externa do grão de aveia. Não à toa, é o produto que concentra uma maior concentração de fibras betaglucanas. Para ter ideia, são 9 gramas em cada 100 de farelo. Dá para salpicar sobre pratos já prontos ou incluir na receita de massa de pães, bolos e por aí vai.

Farinha
Em geral, é proveniente da parte mais interna do grão. Por causa disso, fica atrás tanto do farelo como dos flocos quando o assunto é teor de fibras. Mas também é bem versátil. Pode ser incluída em receitas de pães, panquecas, bolos, tortas e afins. Resumindo, é uma boa alternativa à farinha de trigo.

Dica de preparo
Uma das receitas mais clássicas com a aveia é o mingau. A receita básica leva 200 mililitros de leite, uma colher de sopa de aveia e uma colher de sobremesa de açúcar. Para cortar as calorias pela metade, basta investir no leite desnatado e esquecer o açúcar.

Quer saber mais sobre outros alimentos poderosos? Nosso livro “50 alimentos funcionais – o que comer para fortalecer a imunidade, afastar doenças e chegar ao peso ideal” está nas bancas. Ele também está disponível em versão digital.