Dicas de alimentos que te ajudam e prevenir e combater inflamações

0
417

Veja exemplos de alimentos ricos em substâncias que potencializam o sistema imunológico.

Calor, vermelhidão, inchaço e dores são alguns dos possíveis sintomas da inflamação. A região inflamada fica sensível devido ao aumento do fluxo sanguíneo na área e de células provenientes do sistema imunológico, como linfócitos, macrófagos e leucócitos.

Alimentos com alta porcentagem de açúcar e gordura saturada podem estimular a inflamação por potencializarem a hiperatividade do sistema imunológico – isso pode resultar em fadiga, dor nas articulações, além de danos nos vasos sanguíneos, segundo professor clínico do Centro Médico do Sudoeste da Universidade do Texas, em Dallas, Scott Zashin.

Mas fique tranquilo, existem alimentos naturais que podem ajudar a combater a inflamação. No entanto, é sempre bom lembrar que, caso você esteja com sintomas relevantes, como febre, alteração dos batimentos cardíacos e e da frequência de respiração, é importantíssimo consultar um médico. Vamos à lista:

1. Açafrão

A especiaria tem alta concentração de uma substância chamada curcumina, de ação antioxidante e anti-inflamatória.

2. Peixes

Salmão, atum e sardinha também são capazes de reduzir a inflamação por conterem em sua composição ômega 3 e ácidos graxos. Entretanto, para obter um bom resultado, é necessário ingerir peixe algumas vezes na semana, o que também pode não ser muito recomendável devido à alta concentração de metais pesados em frutos do mar –  a OMS recomenda ingerir peixe duas vezes por semana (saiba mais a respeito aqui).

3. Cereais integrais

São grãos que auxiliam na diminuição do risco de inflamação. Isso porque grãos integrais contêm fibras, que reduzem os níveis de proteína C reativa, que em alta quantidade cria risco de doenças cardíacas, infecções em qualquer parte do corpo, reumatismo e até câncer.

4. Nozes

São fontes de gordura saudável anti-inflamatória, especialmente as amêndoas, por englobarem fibras, cálcio e vitamina E. Este fruto seco com uma ou duas sementes é um dos principais alimentos da dieta mediterrânea, capaz de reduzir de forma notável os focos de inflamação em até seis semanas.

5. Vegetais picantes

Não é à toa que os vegetais picantes são conhecidos por fortalecerem a imunidade. O alho, por exemplo, um alimento tradicionalmente utilizado não só na culinária, como também em tratamentos medicinais. Os seus efeitos benéficos para o coração, circulação sanguínea e de restrição aos caminhos que conduzem à inflamação já eram valorizados desde a Idade Média.

6. Cebola

É outro exemplo que possui alto poder desinfetante, anti-inflamatório e bactericida. Seu óleo essencial de enxofre participa em diversas combinações orgânicas, em especial nas sulfamidas que, com a penicilina, constituem um meio eficaz de combater as enfermidades infecciosas.

 

Confira agora um vídeo que explica como ter uma dieta anti-inflamatória.


Fonte: Health.com